quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Último post


Gostaria de comunicar que vou encerrar as atividades com o blog a partir de 2015. Infelizmente não terei mais tempo para traduzir e editar as postagens, além de outras questões pessoais que me fizeram tomar essa decisão.

Sou fã do Eminem há mais de 10 anos e acredito que isso nunca irá mudar, minha admiração e respeito por ele crescem a cada dia, portanto de forma alguma uma mudança de gosto ou opinião seria o motivo pelo encerramento do blog.

Quero agradecer o apoio de todos que visitam e especialmente às páginas com quem fizemos parcerias: Eminem ForeverEminem.News@FCEminemCuriosidades Eminem, e Marshall Mathers Brasil.

Aproveito para acrescentar que nossas páginas no Facebook e Twitter também não serão mais atualizadas. Peço desculpas e agradeço novamente pelo apoio de todos ao longo desses anos.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

LL Cool J anuncia colaboração com Eminem em seu próximo álbum

LL Cool J e Slim Shady estão unindo forças para uma colaboração épica. LL revelou que Eminem vai participar de seu próximo álbum G.O.A.T. 2.

Em uma entrevista exclusiva com a Rap-Up TV, LL fez o grande anúncio. "Eu e o Em temos uma canção. Só recentemente ele me deixou ouvir o verso dele e é louco. Ele está destruindo as paradas", ele disse. "Acho que as pessoas vão se surpreender positivamente quando ouvirem eu e ele numa faixa juntos."

Eminem, que tem sido claro sobre a influência de LL em sua carreira, apresentou uma homenagem ao ícone do Queens, Nova York no "VH1 Hip Hop Honors" em 2009, mas essa marca a primeira colaboração deles.

"É a primeira vez que fizemos algo juntos", disse LL. "Essa é uma faixa que eu acho que as pessoas vão ficar empolgadas. Perder isso no álbum G.O.A.T. 2 seria lamentável para o hip-hop. Você não pode perder essa merda."

O título da faixa com Eminem e a data de G.O.A.T. 2 ainda não foram divulgados.

fonte: Rap-Up.com

Royce Da 5'9" comenta verso de J. Cole sobre Eminem

Quando 2014 Forest Hills Drive de J. Cole vazou na internet no início do mês, uma das primeiras canções que as pessoas comentaram foi "Fire Squad", onde Cole cita Eminem em uma letra sobre deslocar o cenário musical e cultural que também faz referência à Justin Timberlake, Iggy Azalea e Macklemore. (Veja aqui)

Enquanto alguns se perguntaram se Eminem iria se ofender ou responder, seu parceiro no Bad Meets Evil, Royce Da 5'9", diz que sente que isso tudo foi "fora de proporção".

"Me pareceu uma observação - uma observação de um artista dando voz a algo que ele está observando", Royce disse à VladTV, acrescentando que embora não tenha escutado o álbum completo, ele o comprou e planeja estudá-lo da forma como estudou os lançamentos passados do rapper da Carolina do Norte.

No entanto, Royce reconheceu que alguns poderiam se ofender com os versos de Cole na canção - embora ele não tenha conversado com Em sobre isso.

"Ele pode não ter usado as melhores palavras", ele continuou. "Alguém poderia dizer, 'Por que você jogaria o Em em uma certa categoria?' Poderia até dizer, 'Aí, por que você colocaria o Em na mesma categoria que a Iggy?' Sabe? Quem sabe pelo que alguém vai se ofender? Nós, como artistas, às vezes assumimos esse risco porque o que queremos dizer, sentimos que é tão real. Ou sentimos que é algo que queremos tirar de nosso peito. Ou é algo que talvez queremos expressar."

"Às vezes, você pode fazer isso com o risco de alguém se ofender - não dizendo que o Marshall se ofendeu por qualquer coisa que o J. Cole disse. Eu não conversei com o Marshall sobre a canção. Se fosse para levar alguma ofensa, eu poderia ver o porquê. Eu a ouvi e fiquei ofendido por ela? Não. Além disso, eu senti que ele estava tentando desrespeitar meu mano? Absolutamente não. Se houve alguma ofensa ou se há qualquer coisa que deixa algum tipo de pergunta ou dúvida sobre se ele quis dizer algo com isso, então talvez um pedido de desculpas possa ser adequado. Mas isso não cabe a mim decidir."

fonte: MTV News

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Confira a participação hilária de Eminem no filme "A Entrevista"

O polêmico filme da Sony Pictures, "A Entrevista", estrelado por Seth Rogen e James Franco, esteve no meio de uma controvérsia mundial conforme ameaças terroristas e ataques de hackers na internet marcaram seu lançamento. Após ser repreendida pelo público (e pelo presidente americano) nos últimos dias depois de cancelar temporariamente a estreia do filme, a Sony decidiu reverter a tendência dos lançamentos habituais em salas de cinema e disponibilizou "A Entrevista" em serviços como o Google Play e YouTube à frente de sua data de lançamento.

O filme, que é essencialmente sobre uma tentativa de assassinar o líder norte-coreano Kim Jong-Un, ainda é, em seu cerne, uma comédia atrevida com várias participações especiais - e Eminem é uma delas. Ele aparece logo no início do filme com o personagem de Franco, Dave Skylark, em uma entrevista onde revela o verdadeiro significado por trás de suas letras, e algumas outras coisas que achamos que ninguém poderia ter esperado. É ver para crer.

Confira a seguir um trecho da participação de Eminem no filme "A Entrevista".


fonte: Complex

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

O making of de "Patiently Waiting" de 50 Cent e Eminem

50 Cent - um rei das ruas feito pelo próprio esforço - deu um salto para o maior artista do rap quando lançou seu álbum de estreia em 2003, Get Rich Or Die Tryin'. O projeto marcou o início de sua relação com Eminem e a Shady Records, algo que levaria a uma jornada sem igual juntos na década de 2000. Essa jornada iminente foi prenunciada em sua colaboração "Patiently Waiting". No mais recente episódio da série Magnum Opus da Complex TV, o MC do Queens, Nova York, conta a história de como esse clássico foi criado.

O flerte de 50 Cent com a morte em 2000 é o tipo de história que faz uma lenda. Tão importante quanto seu legado foi sua capacidade de se recuperar após o tiroteio, conforme o rapper continuou com seu impressionante projeto musical apesar de perder um contrato com a Columbia Records. Eminem e seu empresário, Paul Rosenberg, se depararam com o projeto de 50 Cent lançado de forma independente em 2002, Guess Who's Back, e imediatamente ficaram intrigados. "Naquele ponto e momento acho que tínhamos descoberto que ele ainda não estava assinado [numa gravadora]", disse Eminem.

Avance para 50 Cent assinando com a Shady e gravando várias faixas com Em, uma delas sendo "Patiently Waiting", uma faixa no estilo das ruas que destacou sua química nos discos. A música foi ancorada por um refrão duro, mas melódico, algo que 50 Cent nunca negligencia quando está criando no estúdio. "Se eu não consigo encontrar o refrão, eu não sei o que estou compondo realmente", ele disse.

Confira o episódio completo de Magnum Opus, que também inclui comentários de Sha Money XL, Lloyd Banks, Tony Yayo, DJ Whoo Kid, Mike Elizondo, Luis Resto, e o próprio diretor de conteúdo da Complex, Noah Callahan-Bever, que discute a importância de "Patiently Waiting" quando foi lançada, e como ela colocou o reinado da Shady em movimento.


fonte: Complex

domingo, 21 de dezembro de 2014

Nova foto: Gravações do clipe "Detroit Vs. Everybody"

O empresário de Eminem, Paul Rosenberg, postou ontem em seu Instagram uma foto das gravações do próximo clipe de Shady XV, "Detroit Vs. Everybody", faixa que conta com Eminem, Royce Da 5'9", Big Sean, Danny Brown, Dej Loaf e Trick Trick . O clipe será dirigido por Syndrome, a dupla responsável por "Guts Over Fear", entre outro vídeos de Eminem. Ainda não foi divulgada uma data de lançamento para o novo videoclipe.

Фото опубликовано Paul (@rosenberg)

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Big Sean fala sobre "Detroit Vs. Everybody" e diz que a faixa terá um videoclipe

Quando Big Sean rimou ao lado de Jay-Z e Kanye West em "Clique" em 2012, o MC provou que poderia ir verso por verso com os melhores, mas caso você tenha se esquecido, ele mais uma vez colocou à mostra suas letras de especialista quando entrou em "Detroit Vs. Everybody" de Eminem.

O hino local produzido por Statik Selektah é um destaque na compilação recém-lançada Shady XV, e conta com Marshall e Sean, assim como Royce da 5'9", Danny Brown, Dej Loaf e Trick Trick.

"'Detroit Vs. Everybody' significa muito para mim, isso não é só uma canção ou uma linha de roupas, isso é uma mentalidade. As pessoas de Detroit, nós carregamos isso nas nossas costas", Sean disse à MTV News na terça-feira (16).

Sean disse que foi uma honra gravar com Em, quem ele sempre admirou. "Ele é definitivamente... claro, vindo de Detroit, ele é o maior rapper, ele esgotou o Wembley Stadium [em Londres] duas noites seguidas. Isso é tipo, 90 mil [pessoas] ou algo assim", ele disse. "Foi uma honra estar lá."

O MC da G.O.O.D. Music estava visitando sua avó quando recebeu a ligação de Em para ir até o estúdio. "Ele foi um cara bem bacana e só conversamos e curtimos, ouvimos a batida para a canção e só a finalizamos", ele lembrou.

Enquanto alguns poderiam sentir pressão por rimar ao lado de Eminem, Sean só fez o que normalmente faz. "Eu só abordei a música, eu realmente não pensei demais, só entrei e fiz minha parada", ele explicou. "Quando você está em situações assim, você não pode pensar demais, porque quando você pensa demais você não consegue ter nada feito. Você só tem que focar e deixar fluir e foi isso que eu fiz."

Big Sean também contou à MTV News que existe um videoclipe para "Detroit Vs. Everybody" em fase de produção, algo que o rapper também comentou esta semana durante sua entrevista na rádio Power 105.1.

fonte: MTV News